GetEasy é uma Fraude, Scam, Golpe

GetEasy Group fraudeA GetEasy é uma fraude disfarçada de Marketing Multinível em comodato de geolocalizadores. Não invista aqui o seu dinheiro!

Esta fraude multinível é apresentada por muitos afiliados como “a maior empresa de comodatos do mundo” ou “a empresa de comodato que mais cresce no mundo“, no entanto, qualquer pessoa que tenha o mínimo de conhecimento sobre negócios entende que isto é esquema em pirâmide disfarçado de empresa de comodatos. Nenhuma dessas afirmações é verdadeira e não existe nenhum documento verdadeiro que comprove essas afirmações.

Inicialmente, este esquema apresentou o produto GetCoin, que supostamente deveria minerar Bitcoins, mas qualquer pessoa com experiência em moedas virtuais percebia logo a vigarice. Como começou a aparecer problemas com esse produto, lançaram o pacote de “investimento” gettracker e mais tarde, o getmusic. Continue lendo para conhecer as razões porque para nós a GetEasy Group é um esquema em pirâmide e vai acabar por rebentar.

GetEasy não é fiável – Não existe um negócio real por detrás!

Sempre que uma pirâmide desaparece ou é bloqueada pela justiça, como aconteceu com a TelexFree, Wings Network ou a Paymony, aparecem mais umas quantas. Apesar disso, as vítimas desses esquemas entram nos novos esquemas em pirâmide, promovidos pelos mesmos afiliados. Para recrutar as vítimas para o novo esquema, os afiliados fazem uma nova lavagem cerebral, com a desculpa que isto é que é “a melhor empresa de Marketing Multinível” e “tem um plano de compensação FANTÁSTICO!”.

A vigarice usada para sustentar o esquemas são quase sempre as mesmas. No início a tendência era o VOIP, depois passou para o clone da Dropbox, a falsa mineração de Bitcoins, clone do WhatsApp e agora são o comodato de produtos. Este esquema é muito semelhante à fraude BBOM, que muitos afiliados e até o próprio Diretor de Marketing da GetEasy já promoveram essa fraude multinível antes de aparecer este esquema – como prova o vídeo abaixo de Pedro Mira Godinho a promover a vigarice BBOM como uma coisa fantástica!

AVISO: Nunca invista dinheiro que necessita imediatamente, porque vai tomar más decisões. Performance passada não é garantia de resultados futuros. O seu capital pode estar em risco.

A GetEasy foi registada a 06/08/2013 e oferece um retorno aproximado de 300% sem fazer nada, porque se recrutar novas vítimas e formar rede o retorno é ainda maior, mas só muitos meses mais tarde começou a ser bastante promovida, isto é, só quando a TelexFree rebentou em março de 2014. Nessa altura quiseram registar a marca “Geteasy”, mas chegaram tarde demais. Por isso, fizeram o pedido de registo da marca “Geteasy Group” no dia 24/04/2014, que ainda aguarda a decisão porque existem problemas de marca.

São várias as mentiras que este esquema partilha. Desde a visita para criar uma suposta fábrica de baterias para automóveis elétricos com uma autonomia de 800km (100% elétrico), onde estava presente o advogado Dias Ferreira, até aos supostos contratos milionários ou a sede vazia de Macau.

A cada mês que passa é uma nova desculpa ou mudança repentina. Para fazer o saque do dinheiro do backoffice antes era preciso pagar apenas 5€, depois passou para 35€ e agora é 75€. Justificaram esta fortuna para levantar dinheiro, com a existência de membros em vários países. Além do mais, agora o International Finance Corporation Ltd (IFC) é um parceiro e segundo os próprios vigaristas, é uma grande instituição mundial. É preciso muita lata para dizer isso e ainda afirmar que isto é um investimento. Até nos admiramos como é que a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) e o Banco de Portugal não tomaram nenhuma posição contra esta empresa disfarçada. Encontramos este vídeo, onde o novo CEO afirma várias mentiras e diz que é um investimento.

São várias as mentiras que encontramos antes de escrever este artigo, que até ficamos impressionados como existem pessoas que trabalham na GNR, Ministério Público, Bancos ou estão em empresas ou trabalham em setores cruciais para o pais e acreditam em quem “vende” esta droga. Essas pessoas já deveriam ser crescidas para entender a diferença entre uma pirâmide financeira e um negócio real. Parece que sofreram uma lavagem cerebral nas conferências e tudo o que é fraude torna-se numa empresa de marketing multinível.

Razões para não investir na GetEasy

  1. Funciona segundo um esquema em pirâmide, onde os antigos “investidores” recebem o dinheiro dos novos “investidores”. Até os próprios membros podem vender o saldo virtual às pessoas abaixo.
  2. Contradições sobre o comodato. Não dizem a quem são comodatados os geolocalizadores e onde.
  3. Geolocalizadores não são da GetEasy ou TachoEasy Iberica. O GL200 é da Queclink e o G77, G71 e G606 são da GoSafe.
  4. Plano GetMusic não dá dinheiro ao esquema. Remuneração mensal não obriga a entrega de vouchers ou a outras tarefas. É sentar-se e receber o dinheiro virtual no backoffice.
  5. Falta de informação sobre supostos contratos. Só apresentam fotos e vídeos de contratos milionários e não existem provas de como foram vendidos os milhares de geolocalizadores.
  6. GetEasy só tem sede em Lisboa e Macau. Não está presente em 125 países e não é a “maior empresa de comodatos do mundo“.

Caso você ainda tenha interesse em entrar neste esquema em pirâmide é porque você não sabe distinguir o que é um negócio real, de um negócio ilegal em forma de pirâmide, onde os primeiros ganham e os últimos perdem tudo.

O programa “Sexta às 9” emitiu duas reportagens sobre este esquema em pirâmide, onde desvendaram algumas das mentiras utilizadas por quem está a gerir este esquema. A GetEasy respondeu à primeira reportagem, com um vídeo irónico a agradecer. Mas, à segunda reportagem, vários dias depois ainda não disseram nada. Veja atentamente cada um dos vídeos:

Para acompanhar as últimas novidades da GetEasy Group, recomendamos que aceda ao site Tenho Dívidas ou visite a página de artigos sobre a GetEasy.