O que é um Crédito Consolidado

Crédito ConsolidadoSaiba o que é um Crédito Consolidado, caraterísticas deste tipo de empréstimo bancário, vantagens e desvantagens. Neste artigo vamos apresentar com precisão este assunto, para que possa tomar a decisão adequada na hora de consolidar os seus empréstimos.

Basicamente em que consiste? Consolidar créditos significa juntar vários empréstimos num só, o que implica que simplesmente vai ficar a pagar uma mensalidade única, sem contar que muda o prazo, taxas e demais condições da sua dívida ao banco. Continue lendo para aprender mais mais sobre o assunto.

Dicionário Crédito Consolidado

No mercado da consolidação de empréstimo é mais comum falar em reunificação de dívidas, assim que ambos os conceitos são sinónimos, e significam o mesmo.

A maioria das vezes a consolidação é feito em torno da dívida que tem um maior prazo de vencimento, que pode normalmente é a hipoteca, que adicionalmente representa uma taxa de juro menor que os outros tipos de créditos (como é o caso dos cartões de crédito, por exemplo).

Esta combinação de maior prazo e menor taxa de juros faz com que a mensalidade ou quota mensal do crédito consolidado seja mais pequena que a soma de todas as mensalidades dos diferentes empréstimos, antes da consolidação. Assim, se tiver uma hipoteca com uma mensalidade de 700 Euros, uma dívida no cartão de débito para pagar de 300 euros por mês e um crédito automóvel de 400 euros, o que dá no total 1.400 euros, com certeza que depois de consolidar os créditos será menor do que 900 euros, por exemplo.

Vantagens e Desvantagens

Soa muito bem, não? Parece lógico sempre que utilizar este recurso. Contudo, existem vários aspetos que deve ter em conta antes de considerar:

  • Em primeiro lugar, a consolidação tem vários gastos (registo e comissões bancárias) que podem chegar até aos 10 por cento do montante a reunificar. Embora incluam no novo empréstimo, significa que ficará com uma dívida um pouco maior do que a soma de todos os créditos.
  • Em segundo lugar, ao ampliar o prazo de pagamento de vários dos seus créditos num só necessitará de mais tempo, sem contar que irá pagar uma quantidade de taxas de interesse maior. Por isso, não é recomendável incluir na consolidação dívidas que estejam quase a caducar.
  • Em terceiro lugar, ao consolidar em torno da hipoteca você está a dar uma garantia de empréstimo, e está adicionando a sua casa aos outros empréstimos que não estavam relacionados com ela.

Em conclusão, antes de decidir se deve ou não consolidar créditos é conveniente que verifique todas as suas contas. Na Internet pode encontrar vários simuladores que permitem determinar tanto os custos de operação, como qual será a mensalidade resultante.

Grupo day trading de ações

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *