O que é um ICO (Initial Coin Offering)? Como funciona?

O que é um ICO (Initial Coin Offering)Saiba o que é um ICO (Initial Coin Offering) em português. Descubra como funciona. Tudo o que deve saber sobre esta nova tendência nas Criptomoedas!

A Initial Coin Offering (ICO), que em português significa oferta inicial de moedas, pode ser considerado como uma alternativa ao crowdfunding. Tornou-se num fenómeno, depois do Bitcoin e Ethereum atingir valores recorde. É também uma alternativa ao sistema financeiro tradicional. Vários ICOs conseguiram angariar cerca de 5.1 mil milhões de dólares em 2013, 16 mil milhões de dólares em 2014 e mais de 34 mil milhões de dólares em 2015. O valor não para de crescer!

As ICOs podem ser consideradas como a versão de crowdfunding usando criptomoedas e são uma parte deste mundo novo, que está aqui para ficar. É um dos métodos mais fáceis e eficientes para empresas ou pessoas conseguirem fundos para os seus projetos e para várias investirem dinheiro em projetos que vêm valor. Uma Initial Coin Offering é um evento que normalmente dura uma semana ou mais e qualquer pessoa pode participar, ao comprar tokens usando Bitcoin (BTC) ou Ether (ETH).

Como funciona uma ICO?

Numa ICO o conceito é semelhante a uma Initial Public Offering (IPO) na Bolsa de Valores, pois em ambos os casos a empresa tem como missão angariar capital, enquanto numa ICO é um investimento que dá ao investidor criptomoedas, mais conhecidas por moedas ou tokens como retorno do seu investimento, o que é diferente de investir numa oferta pública inicial de ações na Bolsa de Valores.

Pode haver um objetivo em específico ou um limite para o financiamento do projeto, significando que cada token tem um preço pré-definido que não vai mudar durante o período da Oferta de Moeda Inicial, o que significa que a disponibilidade de tokens não muda.

O que são Tokens?

Tokens são moedas que são dadas aos investidores durante uma ICO e podem ser consideradas iguais a ações compradas durante uma IPO.

O que deve saber antes de investir dinheiro numa ICO

A primeira ICO foi a Mastercoin em 2013. Conseguiu angariar cerca de $600,000 para um projeto cujo objetivo era a criação de um exchange Bitcoin e uma plataforma para transações, enquanto o Bitcoin ainda era praticamente a única criptomoeda conhecida. O Bitcoin surgiu em 2009, mais tarde apareceram outras Criptomoedas, mais conhecidas por Altcoins.

Atualmente existem vários sites onde pode acompanhar as ICO atuais e que vão estar disponíveis nos próximos dias. Os sites Token Market (tokenmarket.net), Coinschedule (coinschedule.com) ou o ICO Alert (icoalert.com) são os ideias, para quem quer entrar neste novo mundo.

AVISO: Nunca invista dinheiro que necessita imediatamente, porque vai tomar más decisões. Performance passada não é garantia de resultados futuros. O seu capital pode estar em risco.

Para investir dinheiro numa ICO, o primeiro passo é identificar qual é o projeto ou empresa em que tem mais interesse e criar uma carteira de Bitcoins ou Ethereum, pois são as duas moedas digitais mais usadas no mundo das ICOs. Pode comprar Bitcoins ou Ether na Coinbase.

Depois de investir, deve acompanhar o projeto e seguir cada milestone, para ver como está a correr o seu investimento. Lembre-se que os resultados só irão aparecer depois de algum tempo, por isso, não pense em lucros imediatos.