Definição de Economia

Definição de EconomiaSaiba qual é a definição de economia. Descubra o significa exato sobre este termo que está relacionado com o dinheiro. Descubra qual é a definição no blog Negócios e Dinheiro.

A economia pode ser marcada como um grupo de ciências sociais, já que se dedica ao estudo dos procedimentos produtivos e de intercâmbio, e à análise do consumo de bens (produtos) e serviços. O vocabulário provém do grego e significa “administração de uma casa ou família”. Em 1932, o britânico Lionel Robbins criou outra definição sobre a ciência económica, ao considera-la como um ramo que analisa como os seres humanos satisfazem as suas necessidades ilimitadas com recursos escassos que têm diferentes usos. Quando um homem decide utilizar um recursos para a produção de um certo bem ou serviço, assumo o custo de não poder usá-lo para a produção de outra coisa. A isto chama-se de oportunidade. A função da economia é fornecer critérios racionais para a alocação de recursos o mais eficiente possível.

Guia sobre Economia

Para o alemão Karl Marx, a economia é a disciplina científica que analisa as relações de produção que se dão no seio da sociedade. Baseando-se no materialismo histórico, Marx estudo o conceito do valor-trabalho que da hipótese que origina ao valor alvo pela quantidade de trabalho necessário para obter um bem.

Há que destacar que existem numerosas escolas de pensamento económico, que apresentam diferentes abordagens de análise. O mercantilismo, o moneratismo, o marxismo e o keynesianismo são alguns deles. A palavra economia tem muitos usos que permitem usar-lhe com diferentes abordagens para os intercâmbios comerciais de relações de oferta-procura que existem. Alguns destes significados são:

  • Economia sustentável – Também conhecido como desenvolvimento sustentável, é um novo termo que se colocou na moda nos últimos anos e que encerra um projeto de vida social baseado na reutilização de matérias primas para diversos fins. Trata-se de mudar o processo de produtividade com base numa economia baseada no cuidado do meio ambiente e a melhoria da qualidade de vida em sociedade. Basicamente procura-se satisfazer as necessidades das gerações.
  • Economia empresarial – É a forma de uma organização poder organizar os seus recursos e serviços, oferecendo uma visão competitiva frente ao mercado. É uma forma de aplicar a economia no âmbito de uma empresa e deve ter sido tido em conta para o seu bom dos valores externos, como as ações da empresa, a procura e outras variáveis.
  • Economia natural – Como define o biólogo M.T. Ghiselin, é o estudo das consequências que a escassez causa nos seres vivos. Proporcionando uma análise profunda sobre as ações humanas e os seus efeitos secundários no meio ambiente.
  • Economia política – É o estudo dos comportamento humanos, examinados dentro de um contexto jurídico caraterístico. A economia política está relacionada com a economia natural no que diz respeito às ações humanas, podendo influenciar de forma positiva ou negativa, a inteação dos seres vivos com o meio que o modifica sempre.
  • Economia mista – É um sistema de intercâmbio comercial que não é totalmente livre, onde o estado se encarrega de manipular certas normas que possibilitam uma distribuição equilibrada dos rendimentos entre os diferentes comerciantes do sistema económico.

A economia de mercado é um sistema social onde os fatores que influenciam são a divisão do emprego, dos bens e serviços, e a interação entre os que fazem parte de uma sociedade. Trata-se de um sistema livre de preços fixados pela procura e oferta. É um sistema económico absolutamente livre, onde os que intervêm no exercício da compra-venda ditam as condições. Não existe hoje em dia nenhum país onde a liberdade comercial seja absoluta.