Como se tornar um Broker

BrokerDescubra como é que se pode tornar num broker. Como ganhar dinheiro ao agir como um intermediário entre os investidores e os mercados financeiros.

No mundo dos investimentos e dos mercados financeiros, existem cada vez mais pequenos investidores interessados em aplicar dinheiro, para colocar o seu capital a render a longo prazo. Se você já investe dinheiro na compra de ações, fundos de investimento e outras formas de rentabilizar poupanças, já deve ter reparado como este nicho de mercado é rentável. Para os investidores poderem investir dinheiro na bolsa, forex e outros produtos financeiros têm que recorrer a um intermediário – conhecido por broker ou corretora – de forma a investir. Continue lendo para saber o que são os brokers e quais os requisitos para se tornar num broker.

Guia sobre Corretoras

Para começar, podemos dizer que quando se fala em brokers, corretoras ou empresas de corretagem, estamos a falar de empresas especializadas na compra e venda de ações, obrigações, forex, fundos de investimento, entre outros ativos financeiros. Dentro das suas funções está ajudar da melhor maneira o seu cliente/investidor na hora de escolher o produto financeiro mais adequado para o seu perfil de investidor. A sua função principal vai ser a de intermediário, entre o investidor e os mercados financeiros. Por cada ordem de compra e venda, entre outros serviços, o broker irá cobrar uma pequena comissão.

Segundo a legislação portuguesa, para se tornar num broker nenhuma pessoa ou instituição financeira que não esteja devidamente registada na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Requisitos técnicos

  • Ser um profissional com licenciatura ou mestrado na área de Economia e Finanças
  • Ter um amplo conhecimento do setor financeiro
  • Ter bastante capital disponível (na empresa) para poder responder às operações dos seus clientes.
  • Estar isento de condenações e crimes punidos judicialmente ou administrativamente pelas autoridades competentes.
  • Acatar e cumprir fielmente com todas as normas de liquidez ordenadas pela CMVM quanto aos produtos contratados e às suas caraterísticas.
  • Deve apresentar contas anuais mediamente auditorias externas independentes e mostrar a informação necessário de todas as suas operações.