Bolsa de Tóquio – Epicentro da Economia Asiática

Bolsa de TóquioVocê já conhece a Bolsa de Valores de Tóquio? Descubra tudo sobre o mercado bolsista japonês, como funciona, história da bolsa e os principais índices bolsistas.

A Bolsa de Tóquio ou Tokyo Stock Exchange é a segunda bolsa de valores maior do mundo, depois da bolsa de Nova Iorque e partilha esta posição com a bolsa de São Paulo. Com mais de 2200 empresas japonesas inscritas e 30 empresas estrangeiras, tem um capitalização total que ronda os 5 triliões de dólares.

Este mercado bolsista foi criado em 1878 como um mercado de renda fixa, um começo similar a muitas outras bolsas. Em 1943, a Bolsa de Tóquio realizou uma fusão com outras dez bolsas de valores das principais cidades japonesas para formar um só índice centralizado ao serviço dos interesses militares e industriais do império.

Guia da Bolsa de Valores de Tóquio

Depois da guerra mundial, foi promulgada a Lei de Valores e Mercados japonesa – o marco regulador que rege na atualidade –  e a bolsa voltou novamente a funcionar, agora com um sistema normal de compra e venda de valores. Em 1971 adaptou-se o sistema de anotações em conta para ações e na década seguinte o sistema de cores, com o qual começou a transformação do mercado no mercado informático que conhecemos hoje.

Atualmente, a sede da Bolsa de Tóquio fica localizada em Nihombashi Kabutocho, em pleno distrito financeiro. Funciona entre as 9h00 e 11h00 da manhã e das 12h30 às 3h00 da tarde. A nível de estrutura, o índice de ações está dividido em diferentes mercados:

  • First Section (Mercado primário) – Onde estão os títulos mais importantes e com mais capitalização
  • Second Section (Mercado secundário) – Onde estão os títulos das empresas de tamanho médio e com menor volume de negócios
  • Foreign Section (Mercado estrangeiro) – Cotações das empresas não japonesas
  • Mothers (Empresas mãe) – Cotação das empresas com alto crescimento e elevado nível de inovação

Principais Índices bolsistas

O índice bolsista mais relevante na Bolsa de Tóquio, sem dúvidas é o Nikkei, composto pelas 225 empresas cotadas com maior liquidez e calculado segundo o diário de negócios japonês Nihon Keizai Shinbun, cujas iniciais provêm da sua denominação.

Outros índices utilizados no mercado de valores da capital japonesa são o TOPIX – baseado no preço das ações das principais empresas do mercado primário, ou o J30, dedicado às principais empresas industriais.

Grupo day trading de ações

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *