Negócios ao estilo Japonês

Negócios JapãoSaiba como são feitos os negócios ao estilo japonês. Aprenda a técnica de negócios usada no Japão para construir empresas sólidas e auto-sustentáveis.

Apesar das limitações do seu território, os japoneses têm demonstrado ser bons vendedores, o que permite construir e consolidar as suas empresas até alcançar o sucesso não apenas no seu mercado local, mas além fronteiras.

Mas em que consiste o seu sucesso? Em que reside sua capacidade de liderança? Que podemos aprender com a cultura japonesa?  Encontre a resposta a todas a perguntas sobre a liderança de negócios ao estilo japonês.

Não existe uma realidade mágica japonesa na realização dos seus negócios. Mas sim, um conjunto de estratégias naturais distintivas, que nunca foram ensinadas na universidade ou em livros de negócios, mas que os japoneses possuem um conhecimento intuitivo dos elementos básicos do processo estratégico.

Vamos partilhar consigo os 10 segredos dos japoneses ao fazer negócios:

  1. O conceito de empresa – devido às guerras que no passado tiveram que enfrentar, os japoneses converteram-se num dos países produtores onde os valores da produtividade são fundamentais no emprego para a vida, a remuneração equitativa, promoções por antiguidade e na capacidade de promover a participação dos trabalhadores como sócios do negócio.
  2. A relação é o mais importante no processo de negociação – O princípio número um do sucesso das empresas japonesas consiste em visualizar e valorizar a negociação, como um processo que vai desde a pré-negociação até à pós-negociação, com a mesma importância, já que através destes processos consolida-se a relação comercial.
  3. O respeito como princípio fundamental – Se não é seu deve ser de alguém. Se encontrou uma caneta num escritório, então deve ser de alguém, por isso devolva-a. Se encontra encontra um relógio ou anel e não é seu, então deve ser de alguém…
  4. Os segredos da produtividade – Não têm excesso de pessoas a trabalhar, nem excesso de equipas em uso, nem excesso de processos: fábricas minimalistas mas flexíveis graças aos contratos temporários. Tudo o que é necessário para manter os custos baixos.
  5. O valor do ser humano – A diferença dos países ocidentais onde há muita ênfase no desenvolvimento tecnológico e na investigação científica, os japoneses dão especial importância ao valor da pessoa. Investem uma grande quantidade de recursos a investigar como se deve tratar e organizar os colaboradores nas empresas.  Se aprendêssemos uma só coisa, isso seria de grande valor.
  6. A melhoria contínua – Os japoneses acreditam filosoficamente na melhoria contínua. Isto diz tudo o que fazemos para melhorar sempre. O que faz hoje, o que pode fazer amanhã. Cada processo por muito pequeno que pareça pode ser melhorado.
  7. A gestão japonesa – Com o seu estilo próprio, baseado nos valores culturais de respeito à pessoa, os gestores japoneses asseguram-se de que as pessoas tenham estabilidade laboral e lugares de trabalho dignos e produtivos que promovam a lealdade e também, que os seus colaboradores fiquem por muitos anos.
  8. Concentram-se nos processos em vez dos resultados – É um dos paradigmas mais importantes em relação a uma cultura ocidental. Ser rápido e imperfeito, é melhor que ser perfeito e atrasado. As soluções têm valor quando estão implementadas. Promovem as suas ideias na organização e valorizam-se. Perguntam-se constantemente: Porquê?
  9. Reconhecem três tipos de problemas – As descobertas são feitas porque algo está a falhar, os problemas são aquele tipo de coisas que as empresas tentam evitar ao máximo no futuro, produzindo e avaliando sistematicamente os produtos, serviços e processos de trabalho de outras empresas líderes para incorporar na sua própria empresa.
  10. Inventam em vez de copiar – Os japoneses são especialmente criativos e consideram que desenhar produtos novos vai representar a longo prazo uma maior rentabilidade do que simplesmente copiar.

O que acha do estilo de negociação japonês para implementar na maneira como faz negócios?

Grupo day trading de ações

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *