O que é o Custo da Oportunidade

OportunidadeSaiba como todos os investimentos possuem o custo da oportunidade. Descubra o que é este termo financeiro. Domine e melhore a sua educação financeira.

A decisão de investir nunca está isenta de dúvidas ou temores diante da possibilidade que, no fim do investimento, você não consiga obter o rendimento esperado e desejado depois de muito tempo de análise, estudos e cálculos. Para continuar a aprender mais a fundo sobre o mundo dos investimentos, você deve aprender este conceito novo para muitos pequenos investidores, que é chamado o custo da oportunidade. Basicamente, poderíamos definir como, o dinheiro que um investidor ou aforrador “deixa de ganhar” para manter atualmente o seu capital num produto financeiro em vez de outro investimento. A procura da suposta perfeição investidora, leva-nos a pensar que é impossível acertar sempre no investimento ideal de forma permanente. Continue lendo para conhecer mais sobre este conceito financeiro, para tornar os seus investimentos mais rentáveis.

Custo da Oportunidade em Investimentos

O custo da oportunidade ou custo alternativo é um conceito utilizado em economia, que permite valorizar a melhor opção possível que o investidor não está a aproveitar quando o seu capital poderia estar aplicado noutros investimentos possíveis e até mais rentáveis.

Como já sabemos, na prática encontrar o melhor investimento do plano é algo irreal, por isso, só deve ter em mente ter a melhor rentabilidade para o seu investimento, assim como, a distribuição e diversificação dos ativos comprados. Preste especial atenção ao custo da oportunidade, pois vai ajudar-lhe a planear diversas opções, antes de realizar o investimento.

Para entender um pouco melhor o tema e também para saber como aplicar nos seus investimentos na bolsa de valores e outros mercados financeiros, vamos ver alguns preceitos ou normas que completam e determinam o denominado custo da oportunidade:

  • Rendimento do investimento – A lógica financeira determina que o rendimento de um investimento deve ser ao menos igual ao custo da oportunidade. Se não for, a perda será superior por não investir num produto onde se ganhe com o investimento feito atualmente.
  • Risco do investimento e fiscalização – São fatores a ter em conta para determinar a idoneidade do investimento. O custo da oportunidade deverá contemplar a norma rentabilidade-risco, para poder ser assumida pelo investidor com todas as suas consequências.
  • Aceitação de erros financeiros – É importante em termos financeiros, aceitar que se cometeu um erro, reconhecer e reparar. Este erro será parte da sua educação e formação em investimento, e você nunca deverá cometer o mesmo erro que o impede de avançar em frente com os seus objetivos para os mercados financeiros.

Conceitos sobre o Custo da Oportunidade e o Investimento

Para conseguir uma gestão eficiente dos seus investimentos, é aconselhável partir da base de que cometer falhas nos cálculos das expectativas nos produtos financeiros escolhidos é algo normal e nunca se deverá supor uma situação de quebra, desanimo ou sensação de falta de autoestima e desvalorizar-se a si próprio. Os investimentos em qualquer mercado devem ser realizados com a mente fria, não cair em precipitações, mudanças bruscas e imprevistos ou ter o pânico de investir. Mas ainda pior que estas atitudes negativas, existe outra igual que também pode arruinar e mais habitual do que normalmente se reconhece, que é ficar bloqueado perante as perdas.

Uma vez realizado o investimento com resultado final negativo para os seus interesses, de nada serve permanecer parado à espera que o tempo e o mercado fique a seu favor por um período curto, só a correção dos erros e a adaptação podem fazer com que consiga reparar e diminuir os seus prejuízos.