Quando pode deduzir no IRS 2013

Deduções IRS 2013Saiba quando dinheiro poderá deduzir no seu IRS em 2013. Descubra como poupar dinheiro. Fique preparado para o novo IRS.

Depois de apresentado o Orçamento de Estado 2013, é possível concluir que cada vez mais é menor o número de despesas que as famílias portuguesas podem abater no IRS. No que diz respeito a deduções com juros associados ao crédito à habitação, o valor a deduzir é menor. Por exemplo, em 2012 as famílias podiam abater cerca de 15%, até 591. Para 2013, o valor máximo a abater no IRS será de 296 euros. Também para quem tem casa arrendada, não foge a estes cortes nas deduções. Isto porque ao contrário do que acontecia até agora, em que os contribuintes podiam deduzir até 15% das rendas pagas, com um limite até 591, para 2013 o valor vai passar para 502 euros. Continue lendo para conhecer melhor as deduções para o IRS  2013.

Continuar a ler

Maiores Credores da Dívida Pública portuguesa

Dívida pública em PortugalSaiba quais são os maiores credores da Dívida Pública portuguesa e quanto dinheiro têm investido. Descubra quais são os bancos.

Investir dinheiro em dívida pública é cada vez uma alternativa de investimento cada vez mais popular entre diversos investidores, de onde se destacam grandes instituições financeiras e fundos de investimento. A maior parte da dívida dos vários países europeus é segura, sendo o seu risco baixo, contudo, existem algumas excepções, como é o caso da Grécia mas, para Portugal os alguns analistas prevêem que não haja problema, por isso, o interesse demonstrado por grandes investidores na dívida pública nacional.

Continuar a ler

O que é a Taxa Tobin

Dicas Taxa TobinSaiba o que é a Taxa Tobin. Descubra porque é uma má ideia e irá trazer problemas para os países que aprovarem esta taxa apenas para ganhar dinheiro com mais impostos.

Em teoria, a Taxa Tobin é um imposto ou comissão que se aplica a todas as transações financeiras. Isto é, um imposto extra adicionado à compra e venda de ações, obrigações, divisas e derivados financeiros com o objetivo de evitar a especulação nos mercados. Teoricamente é uma boa ideia, na prática é um “golpe mortal” para um país em recessão. Pois, apesar de ter sido pensada para acabar com a especulação dos mercados, não é certo que acabe só por causa de se aplicar esta taxa, já que foi aplicada na França um imposto similar para empresas de menos de 1000 milhões de euros de capitalização de mercado e estão isentos de imposto as operações intraday, pelo que o especulador de curto prazo não é afetado pela medida.

Continuar a ler

Novos Escalões IRS 2013

Vítor Gaspar Orçamento de Estado 2013Saiba tudo sobre os novos escalões de IRS para 2013. Conheça todas as mudanças que irão ocorrer no IRS previsto no OE 2013.

Agora os escalões de IRS 2013, relativos aos rendimentos de 2012, passam a ser apenas cinco, contra os oito anteriores. Com esta medida, a classe média é uma das classes trabalhadoras mais penalizadas assim como os trabalhadores a recibos verdes. Além disso, também entra em vigor uma sobretaxa de 4% sobre todos os escalões tributados e para o último escalão é aplicada uma taxa adicional de mais 2,5%. Desta forma, o último escalão, que inclui quem tem rendimentos superiores a 80 mil euros no ano passado, passa a pagar um imposto de 54,5%. Sendo uma das medidas mais penalizadoras do novo Orçamento de Estado. Continue lendo para conhecer os novos escalões.

Continuar a ler

Orçamento de Estado 2013

Orçamento de Estado 2013Saiba tudo sobre as medidas publicadas no Orçamento de Estado para 2013. Conheça melhor o que vai mudar em Portugal em 2013. Descubra as mudanças!

Com a Crise em Portugal a agravar-se cada vez mais e a necessidade do Governo arranjar por medidas adicionais para conseguir dinheiro extra, de forma a baixar o défice, este é o OE com maior aumento de impostos de sempre, como alterações profundas nas pensões, subsídios de desemprego, rendimentos dos trabalhadores independentes, IMI, IRS, IUC, tabaco, vinhos, rendas e outros tipos de impostos. Continue lendo para descobrir todas as mudanças da versão preliminar do OE 2013.

Continuar a ler

O que é a Dívida

DívidasConheça a definição de Dívida. Entenda o que é e quais são os problemas do endividamento. Encontre diversas dicas sobre este conceito de economia.

A dívida é uma obrigação que é contraída quando alguém pede uma coisa emprestada com um acordo definido previamente. A pessoa que pedir é o devedor, e o que emprestou ou entregou o credor. O item empreste pode ser qualquer tipo de bem, tangível ou intangível. A dívida não é a quantidade emprestada, nem a quantidade em dívida, esses são conceitos diferentes embora seja comum que a dívida e a quantidade em dívida sejam usadas para falar do deste último termo.

Continuar a ler

O que é um Seguro de Saúde

Seguro de SaúdeSaiba o que é um seguro de saúde. Descubra as razões porque deve subscrever um seguro deste tipo. Conheça as condições e seguradoras em Portugal.

Os seguros de saúde ou seguros médicos ajuda-lhe a cobrir todos os custos médicos que possam surgir, como consequência de alguma doença ou acidente. Normalmente, em Portugal todos os trabalhadores e contribuintes da Segurança Social têm direito à Caixa, que é muito similar ao seguro de saúde privado, contudo tem os típicos problemas do setor público, que são a espera prolongada por consultas, baixa qualidade do serviço e condições de atendimento. Daí, em Portugal é comum as pessoas com bons salários subscreverem um seguro de saúde privado para ter direito a diversas regalias.

Continuar a ler

O que é um Seguro de Vida

Seguro de VidaSaiba o que é um seguro de vida. Descubra como escolher o seu seguro, porque deve subscrever um e os tipos de seguros vida que existem. Conheça algumas das razões porque os milionários subscrevem este tipo de proteção.

O seguro de vida tem como objetivo principal proteger as pessoas que o segurado tem a seu cargo. Isto é, em caso de falecimento ou de outro acidente grave por parte deste, os seus beneficiários ou herdeiros têm direito a uma indemnização. Esta indemnização é denominada de capital assegurado e pode ser paga de uma só vez ou como se tratasse de uma renda financeira. Geralmente, os beneficiários são os familiares do segurado, embora também possam ser os seus sócios ou credores.

Continuar a ler